segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Amar, se apaixonar é inevitável, sofrer e continuar sofrendo por alguém é opcional.