domingo, 15 de julho de 2012


Não gosto de você. Não gosto de você. Porque se eu gostar de você, eu sei que você vai embora. E eu simplesmente não aguento mais ninguém indo embora.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Não sou boa com numeros. Com frases feitas. E com morais de historia. Gosto do que me tira o fôlego. Venero o improvavel. Almejo o quase impossivel. Meu coraçao e livre, mesmo amando tanto. Tenho um ritmo que me complica. Uma vontade que nao passa. Uma palavra que nunca dorme. Quer um bom desafio? Experimente gostar de mim. Não sou fácil. Não coleciono inimigos. Quase nunca estou pra ninguem. Mudo de humor conforme a lua. Me inrrito fácil. Me desinteresso à toa. Tenho o desassossego dentro da bolsa. E um par de asas que nunca deixo. Às vezes, quando é tarde da noite, eu viajo. E sem saber, busco respostas que nao encontro aqui. Ontem, eu perdi um sonho, e acordei chorando, logo eu que adoro sorrir… Mas não tem nada, não. Bonito mesmo é essa coisa da vida: um dia, quando menos se espera, a gente se supera. E chega mais perto de ser quem - na verdade- a gente é.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Eu sou uma menina. Eu tenho sentimento. Eu exagero. Eu subestimo. Eu sonho. Eu penso alto. Eu penso sobre tudo. Penso no que você está fazendo, no que você deixou de fazer, se você pensa em mim. Eu penso em você toda hora. Eu sinto ciúmes. Eu sinto a sua falta. Eu tenho medo de perder você. Eu me importo com você. Por isso quando eu pergunto como você está, se você está bem, eu só quero saber a verdade. Eu não consigo mentir pra você. Quando eu digo que te amo, quer dizer que eu daria a minha vida pra ver um sorriso no seu rosto.

sexta-feira, 27 de abril de 2012


E se não fosse felicidade? Seria paixão? Será que seria obsessão? Ainda seria amor? Seria pra sempre? Me incomodaria nas noites frias? Eu lembraria todos os dias? Eu me arrependeria? Será que passaria? Eu sobreviveria? Se não fosse felicidade, o que seria?
Existiria outra história? Eu me lembraria? Eu choraria e me arrependeria ou lamentaria? Como seria? Existiria outro você? Será que as coisas melhorariam? Seria diferente? Será que eu sofreria? Superaria? Aguentaria ou suportaria ou esqueceria? E se? E se fosse diferente? E se não houvesse você? Seria felicidade? Existiria alegria, sorrisos e amizade? Deve ser por isso que não podemos voltar atrás e mudar tudo, pois assim jamais iriamos viver o presente.

terça-feira, 10 de abril de 2012

Chorar tem lá suas vantagens, não cura, mas alivia muito.
Não é porque nós não conversamos e não nos vemos todos os dias que eu vou deixar de amar você…De pensar em você. Afinal, o que é pra ser eterno vai ser. Com ou sem obstáculos.

domingo, 1 de abril de 2012

Protagonista da própria novela, a novela da sua própria vida. Daquelas chatas, previsíveis, que caem na rotina. De cara dá pra ver quais serão as cenas dos próximos capítulos, não precisar ser muito esperto pra perceber que todos a usam e a iludem. Só ela mesma não percebe. É um poço de ingenuidade, acha que todos têm o coração puro como ela. Mas como em todas as novelas, nós sabemos que na metade do caminho a trama muda o sentido e a tolinha vai começar a perceber quem são os seus antagonistas.E então tudo se encaixa, seu ponto de vista muda, os aspectos das coisas se distorcem. Aos poucos ela aprende quem é de verdade e quem é de mentira, com o tempo ela descobre os autores das armadilhas que para ela foram feitas, um dia ela se toca que na vida existem pessoas covardes que só querem nos fazer mal. Ela ganha malícia com essa vida maldosa, ela ganha firmeza com essa vida inconstante. Depois de tento cair, ela aprende a derrubar.Depois de tanto sofrer, ela se torna cada vez mais insensível. De tanto chorar, suas lágrimas secam. Ela fica irreconhecível, não é mais a mesma menina doce e frágil. Agora ela é amarga, forte, e está disposta a se vingar de todos aqueles que um dia a fizeram sofrer!

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

''É triste lembrar de certas coisas e saber que não vão acontecer de novo.''

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

.. Na boa? A maioria das garotas daqui dizem que são diferentes das outras, que não usam maquiagem, que não se importam com a beleza, que gostam de usar all star, curte meninos com jeito nerds. Mas com certeza são essas que por dentro estão sofrendo por não acharem um garoto lindo, que queriam um corpo diferente, um kg a menos ou a mais. Deixem de ser hipócritas. Só porque a menina prefere tênis não quer dizer que ela tenha mais sentimentos do que a que usa salto. A que se veste toda produzida pode muito bem ser aquela que chora todas as noites, enquanto aquela que usa um moletom pode ser a pegadora de plantão. Roupas, maquiagem, aparência e palavras não definem ninguém! Cuidado com o que vocês ouvem, leem e escrevem!..

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Amar, se apaixonar é inevitável, sofrer e continuar sofrendo por alguém é opcional.